Projeto do Grupo Galpinho forma novas plateias

Release do Evento

O Grupo Galpinho de Teatro vem desenvolvendo um trabalho fundamental de formação de novos públicos na região sudoeste da Bahia. Apresentando o espetáculo “… E se eu fosse?” por meio do projeto Tem Que Iniciar, contemplado pelo Programa do Banco do Nordeste de Cultura, o grupo vem circulando pelo interior baiano a fim de partilhar seu processo criativo, popularizar o acesso às artes cênicas, contribuir para a formação de público para o teatro e estimular a produção artística.
 
O projeto, que vem sendo realizado em quatro cidades baianas – Vitória da Conquista, Ibirataia, Poções e Planalto, é composto por três ações: Oficina de Iniciação Teatral, apresentação do espetáculo e bate-papo. A experiência nestas as cidades promove o estímulo à arte cênica em espaços que muitas vezes nunca tiveram a possibilidade de vivenciar apresentações do gênero.
 
 
Sobre o conceito do espetáculo
 
ACREDITÂNCIAS
…E se eu fosse outro? … E se eu ficasse? … E se eu partisse? … E se o mundo parasse pra eu pensar? … E se não parasse? … E se eu não tivesse medo do medo?
 
“…E se eu fosse?” é um espetáculo que trata o momento de pré-decisão de uma família questionando o seu lugar no mundo e o seu destino. A mãe, mulher da lida e do trabalho cuja ação constrói e dá materialidade às coisas, é tomada por um desejo irrefutável de ver as nuvens grisalhas de outros céus e experimentar outros caminhos e outras vivências. Ela tenta convencer o marido e os dois filhos a se aventurarem para além do lugar conhecido.

O espetáculo trata de questões agudas como farpas, mas com lirismo e leveza ao invés da secura, violência e dor. Apropria-se de um mote regionalista para tratar de questões universais, abordando poeticamente uma questão inerente à existência humana: a dúvida entre partir ou ficar. Aqui, a retirança não é fuga da morte, e sim sede de vida e de inteireza.
Na sua etapa final desta primeira edição as próximas apresentações acontecerão nos seguintes espaços:
 

Dia 31/05
Escola Erasthostenes Meneses (Distrito de Iguá) – 17h
Dia 01/06
Centro de Referência em Assistência Social (Bairro Vila América) – 16h

Direção e Produção: Izis Mueller
Atores: Daniela Lisboa, Iara Barbosa, Eduardo Oliveira
Figurino: Shirley Ferreira
Cenografia: Izis Mueller
Trilha Sonora Autoral: Eduardo Oliveira
Texto: Juliana Leite
Fotografia, Iluminação e Design Gráfico: Rayza Lélis

Marcelo Lopes
Sobre Marcelo Lopes 262 Artigos
Historiador, produtor cultural, escritor, artista gráfico e técnico-analista em projetos culturais.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*