Terceiro Circuito do Sonora Brasil em Conquista

Por Marcelo Lopes

O Brasil é um país cuja diversidade é tão grande que chega a ser um mistério. Não deveria ser assim, mas não conhecemos os sotaques, os estilos, as formas de pensamento e os jeitos tão próprios do nosso povo, a não ser pelas famigeradas caricaturas de TV. Infelizmente, isto ocorre porque a difusão das especificidades da cultura brasileira não é um negócio tão bom quanto padronizar os comportamentos e nivelar por baixo os gostos e os olhares, transformando a identidade da população em um cenário de aeroporto, ou seja, igualzinho em qualquer lugar do mundo, pronto para o consumo.
De outra ponta, felizmente, há o que se falar de bom quando o respeito pelo que somos vira uma pauta inteligente e dá acesso generoso ao público a este universo múltiplo. Esta é a realidade do Sonora Brasil, um projeto do Serviço Social do Comércio (SESC), levando Brasil adentro os sons do próprio país.
O projeto é temático e trata de desenvolver programações identificadas com o desenvolvimento histórico da música no Brasil, com seus diferentes sons, influências, origens, estilos, manifestações e performances. Em 2012, na sua 15ª edição, o projeto conta com a participação de oito grupos musicais, divididos em dois temas: “Sotaques do Fole”, que apresenta o acordeão em suas variantes regionais, e “Sagrados Mistérios”, que apresenta repertório da música vocal presente nas festividades populares em devoção às entidades religiosas. Ao todo, 430 concertos estão programados em 117 cidades, de todas as regiões do país, e em sua maioria, distante dos grandes centros urbanos.
No próximo dia 09 de Outubro, no Centro de Cultura Camilo de Jesus Lima, Vitória da Conquista recebe o 3º Circuito do projeto com Duo Ferragutti e Kramer, do Rio Grande do Sul. Os músicos trazem para o Sonora Brasil a encantamento musical do acordeão, instrumento originalmente ligado às tradições populares do Centro-Sul do país, influenciada pela presença da cultura ítalo-germânica, mas que encontrou definitivamente o gosto comum na obra de Luiz Gonzaga.
O Duo é formado por Toninho Ferragutti, de Socorro (SP) e Alessandro “Bebê Kramer”, de Vacaria (RS), ambos instrumentistas e compositores. Apresentam um panorama da obra escrita ou adaptada para acordeão de 120 baixos, desde Luperce Miranda e Radamés Gnattali até a vertente contemporânea de Borges-Cunha e às próprias composições.
SONORA BRASIL
Local: Centro de Cultura Camilo de Jesus Lima
Data: 09 de Outubro
Horário: 20h
Ingresso:gratuito
Marcelo Lopes
Sobre Marcelo Lopes 262 Artigos
Historiador, produtor cultural, escritor, artista gráfico e técnico-analista em projetos culturais.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*