Política de Juventude, Cultura e Festival

Por Marcelo Lopes / Release do evento

A Política Nacional de Juventude tomou para si a polarização de uma série de medidas que visaram reconhecer o jovem como uma categoria social com necessidades específicas em relação às políticas públicas. Implantada no Brasil a partir de 2004, hoje alcança todos os níveis da federação.

Pensar políticas, programas e ações que mobilizem a juventude em diversas instâncias, tendo com centro de gravidade a compreensão do seu papel fundamental para um crescimento efetivo do cidadão com uma cada vez melhor e mais abrangente qualidade de vida tem sido o objetivo de muitas gestões no país.

Em Vitória da Conquista, desde 2012, a maior culminância das atividades institucionais voltadas para essa faixa etária no município tem sido o Festival da Juventude. Em seu segundo ano, o evento traz o tema “Fazer parte em toda parte”, e conta com uma programação totalmente gratuita e diversificada, trazendo debates, palestras, rodas de conversa, encontros de movimentos sociais, espaços autogestionados e apresentações culturais, atividade esportiva, além de shows com artistas locais e nacionais. Nomes como escritor e dramaturgo Ariano Suassuna, o músico Arnaldo Antunes integram momentos de reflexão sobre a cultura, enquanto artistas como Tulipa Ruiz, Otto e Jau são presenças aguardas nas noites de shows na Praça Barão do Rio Branco. Este ano ainda, o evento abriu concurso que contemplará os artistas e as bandas locais para a participação no palco principal, como uma justa homenagem ao o radialista e ativista cultural Miguel Côrtes, morto em 2012.

A configuração do projeto pretende dar conta de oferecer espaços de convivência, encontros que gravitem entre práticas culturais simbólicas e a troca de experiências, possibilitando a reflexão coletiva sobre questões relacionadas à cidadania, educação, cultura, lazer e políticas públicas sociais.

Segundo o conquistense Danilo Moreira, que ocupou os cargos de Presidente do Conselho Nacional de Juventude (Conjuve) entre 2008 e 2010, e Secretário-Adjunto da Secretaria Nacional de Juventude (2007/ 2010), “realizar eventos que promovam o encontro entre cultura, política e juventude é importante para afirmarmos uma nova visão de sociedade, na qual a participação juvenil é um elemento fundamental. Fico feliz com a força deste tema em minha cidade”. Assim como Danilo, que construiu um percurso em movimentos de juventude discutindo temas pertinentes a este amplo universo de perspectivas, o perfil dos participantes do evento trazem também para a pauta as demandas mais variadas, da postura política à diversidade sexual, da educação à produção criativa.

O Festival da Juventude – Ano II acontecerá entre os dias 10 e 12 de Maio de 2013, nos mais variados espaços públicos da cidade (veja programação), e manterá e expectativa – confirmada ano passado – da participação de jovens de todo o país. O projeto é uma realização da Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, o apoio da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia/Uesb, da Faculdade Independente do Nordeste/Fainor e do Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima.

Marcelo Lopes
Sobre Marcelo Lopes 262 Artigos
Historiador, produtor cultural, escritor, artista gráfico e técnico-analista em projetos culturais.

2 Comentários

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*