Confira a programação da Mostra Cinema Conquista – Ano 9

Release da Mostra

Com o objetivo trazer para Vitória da Conquista as maiores novidades do cinema nacional do último ano, a Mostra Cinema Conquista – Ano 9 irá promover a exibição de 53 produções audiovisuais brasileiras. Desses filmes, 17 são longas-metragens e 36 são curtas-metragens. Em vários formatos, temas e gêneros, os filmes serão exibidos no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, em alguns bairros e distritos da cidade.

Longas-metragens

ÉdenSão cinco documentários, uma animação e 11 longas de ficção, de diversas partes do Brasil: predominantemente produções do Rio de Janeiro e São Paulo, seguidas por três longas baianos, um cearense e um pernambucano.

O curador da Mostra, João Carlos Sampaio comenta: “fizemos  uma seleção de qualidade, com filmes novos, que se destacaram nos festivais de cinema deste ano, e sempre com a preocupação na experiência da autoria. Não teria sentido estar na terra de Glauber Rocha se não estivéssemos pensando nesse tipo de filme: de autoria e de originalidade”.

Destaque para os premiados: Super Nada, de Rubens Rewald (Festival de Gramado, Festival do Rio);  Entre Vales, de Philippe Barcinski (Festival de Cinema LatinoAmericano de São Paulo); O Dia que Durou 21 Anos, de Camilo Tavares (29º Long Island Film Festival  – NY);  e  Dossiê Jango, de Paulo Fontenelle (Festival do Rio, Mostra Tiradentes, Mostra DocFAM).

A seleção dos filmes contempla o  que de melhor foi apresentado nos festivais de cinema recentes, em evidência estão: Éden, de Bruno Safadi e A Coleção Invisível, de Bernard Attal,  que vieram diretamente do Festival de Gramado, neste mês de agosto. Doce Amianto, de Guto Parente e Uirá dos Reis, filme de maior destaque no Festival de Tiradentes;  Mazzaropi,  de Celso Sabadin, só exibido no Cine PE, chegando a Conquista para sua primeira exibição na Bahia.

Henrique Dantas, diretor de Sinais de Cinza, estará presente para abrir a Mostra Cinema Conquista. Além dele, contaremos também com as presenças especiais de outros cineastas, como Caetano Dantas, com o filme de carreira já consolidada, O que Se Move, dentre outros, que virão a Conquista apresentar seus filmes e participar das discussões do Papo de Cinema.

Veja a programação completa de longas no site:

http://mostracinemaconquista.com.br/2013/?page_id=984

 

Curtas-metragens

A Mostra traz um total de 36 curtas, também vindos de diversos estados brasileiros, dentre eles: Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Ceará, Pernambuco, Mato Grosso. Além disso, são 12 filmes baianos, sendo que cinco são produções de Vitória da Conquista.

Madrigal-de-MemóriasDestaque para dois curtas-metragens  que representaram o Brasil no Festival de Cannes: Pouco Mais de Um Mês, de André Novais, que estará presente no nosso evento para contar sobre a experiência em Cannes; e Pátio, de Aly Muritiba.

Dentre os conquistenses estão: Madrigal de MemóriasA Menina que Queria ser Mágico, ambos de Patrícia Moreira. E três dos vídeos premiados no IV Prêmio Glauber, do Colégio Sacramentinas:  Holocausto, o extremo da humanidade,  de Bruno Novais, Maria Carolina Oliveira, Pedro Sampaio, Thales Ribeiro; Os Perkins, de Filipe Brito e Guilherme Marques; e Charlote Rousseau, de Daniel Biurrum e Amanda Ilara Figueiredo.

Para João Carlos Sampaio, curador da Mostra,  “a seleção de curtas está bastante diversificada, com um bom volume, tentando cumprir  a função de fazer uma retrospectiva de tudo que se produziu de melhor no Brasil no último ano”.

Veja a programação completa de curtas no nosso site:

http://mostracinemaconquista.com.br/2013/?page_id=986

Marcelo Lopes
Sobre Marcelo Lopes 263 Artigos
Historiador, produtor cultural, escritor, artista gráfico e técnico-analista em projetos culturais.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*