Fomento ao Audiovisual Brasileiro via Editais

Em release publicado no último dia 03 de Julho, a RIOFILME divulgou o ranking nacional de fomento ao audiovisual (via editais), elencando as principais instituições que entre 2011 e 2012 investiram no setor. O documento, que também fornece informações sobre premiações na área de ação da instituição, serve de panorama para termos uma dimensão das disponibilidades de recursos que possibilitam a realização de filmes de curtas, médias e longas-metragens, bem como mostras e festivais e manutenção de acervos.
1 – Secretaria de Audiovisual do Ministério da Cultura
R$ 17,9 milhões (2012)
2 – RioFilme / Programa de Fomento ao Audiovisual Carioca
R$ 15,1 milhões (2012)
3 – BNDES
R$ 14 milhões (2011/2012)
4 – Secretaria Estadual de Cultura de Pernambuco
R$ 11,5 milhões (2011/2012)
5 – Secretaria de Cultura de Paulínia
R$ 9,5 milhões (2010)
6 – Petrobras
R$ 9 milhões (2011)
6 – Secretaria Estadual de Cultura de São Paulo
R$ 9 milhões (2011)
7 – ANCINE
R$ 8,7 milhões (2011/2012)
8 – Secretaria Estadual de Cultura do Rio de Janeiro
R$ 7,5 milhões (2012)
9 – Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo
R$ 5,8 milhões (2012)
10 – Eletrobras
R$ 5,3 milhões (2012)
11 – Secretaria Estadual de Cultura de Minas Gerais
R$ 4,5 milhões (2011/2012)
11 – Secretaria Estadual de Cultura da Bahia
R$ 4,5 milhões (2012)
12 – Secretaria Estadual de Cultura de Santa Catarina
R$ 2,9 milhões (2012)
13 – Secretaria Estadual de Cultura do Rio Grande do Sul
R$ 1,26 milhão (2012)

Fonte: http://200.141.78.79/dlstatic/10112/2218291/DLFE-245109.pdf/releaserevisado.pdf

Marcelo Lopes
Sobre Marcelo Lopes 263 Artigos
Historiador, produtor cultural, escritor, artista gráfico e técnico-analista em projetos culturais.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*