Natal da Cidade: a melhor programação do ano

Por Marcelo Lopes

Em agosto deste ano fiz algumas considerações sobre a programação do Festival de Inverno Bahia (ver artigo), até então o evento que concentrava o maior número de artistas musicais de expressão nacional num só espaço e que a cada ano atrai públicos de vários estados. O texto traçava a trajetória do FIB como herdeiro regional de um universo pop rock, capaz de inovar trazendo nomes novos e antigos da música brasileira, com uma programação de ótima qualidade. Ano a ano, no entanto, o evento vem se tornando uma versão do Festival de Verão de Salvador, com doses cavalares de sertanejo e axé, onde antes se via um espaço bastante interessante para um circuito diferenciado, à parte das festas de camisas que pipocam pelo estado, todos os finais de semana, com a mesma programação de sempre. A maior parte da minha crítica se fundamentava justamente no desperdício que é ver um evento com tantas potencialidades e oportunidades deixar de dialogar com um cenário extremamente rico e escolher ser tão simplório em ideias quanto os demais.

A frustração de muitos fãs pela falta de uma boa grade de atrações este ano foi premiada ontem a noite, último dia 20 de Novembro, com a divulgação da programação oficial do Natal da Cidade, evento promovido a 16 anos pela Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. A administração da cidade, que tem se destacado em todo o estado e no Nordeste pelo excelente calendário de eventos culturais, fechou entre os dias 15 e 25 de Dezembro de 2012 um elenco de peso para encher de muita música e cultura as noites da Praça Barão do Rio Branco.

Com uma especial dedicatória a Icontent (organizadores do FIB), segue abaixo o exemplo de uma oxigenada lista de atrações inteligentes e populares. Nada que muita gente não tivesse sugerido antes.
Confira:
16/12 – Gal Costa
17/12 – Marina Elali
18/12 – Jerry Adriani
20/12 – 14 BIS
22/12 – Guinga/ Ivan Lins
23/12 – Zélia Duncan
24/12 – Homenagem a Dércio Marques com DaniLasalvia, João Omar e Cao Alves
25/12 – Edson Cordeiro

Eclética, a programação chama atenção não apenas pela diversidade (ou mistura, como queiram), mas por um olhar bastante generoso que passeia entre a cultura pop(Zelia Duncan/ Edson Cordeiro/ Marina Elali/ O Teatro Mágico/ Lenine), a MPB(Gal Costa/ 14 Bis/ Ivan Lins), a valorização da música regional (Dani Lasalvia/ João Omar/ Cao Alves), o resgate musical em tom de revival (Jerry Adriani) e um singular espaço para a música instrumental (Artur Moreira Lima/ Guinga/ Quinteto Violado), oferecendo a um público cada vez mais exigente a possibilidade de se entreter, apurar os ouvidos e respirar, sob o grosso caldo da identidade brasileira, aquilo que se trata, na prática, a tal diversidade cultural.

A programação do Natal da Cidade ainda reserva espaço para apresentação de reisado, teatro, dança e exposições no Memorial Regis Pacheco, este ano em homenagem aos centenários de Luiz Gonzaga, Jorge Amado e do poeta Camillo de Jesus Lima. O início das atividades de fim de ano começa com o projeto Por Isso É que Eu Canto, realizado a partir do dia 21 de Dezembro, na Praça 9 de Novembro, com a participação de inúmeros músicos regionais. Tudo isso, além dos hipnotizantes cenários natalinos tradicionais da Praça Tancredo Neves.
Não percam também ainda em Dezembro:
 
Festival Suiça Bahiana (07 e 08, na Arena Mira Flores)
Festival Avuador (13 e 14, na Praça Barão do Rio Branco)

Marcelo Lopes
Sobre Marcelo Lopes 263 Artigos
Historiador, produtor cultural, escritor, artista gráfico e técnico-analista em projetos culturais.

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*